Seja Bem-Vindo

Seja Bem-Vindo

sábado, 22 de outubro de 2011

Resquício de Sal




Entre o céu e o mar, o risco do horizonte a separar.
Marulho, maresia,
tudo vagueia, cintilam sob o sol
ínfimos cacos de espelhos na areia,

chega a doer a vista
a imensidão de céu, mar,
areia a perder de vista
e de vez em quando o vento traz

o cheiro da ostra na onda a arrebentar na praia,
a respingar nas pedras, fica no ar
e se junta a uma saudade, de cheiro intenso,

nem sei se conheço, que ecoa no peito,
e sem testemunha, deixa resquício de sal
no rosto molhado de mar.


(Imagem: Praia Brava, fotografia de Marlene)
Outubro, 22 de 2011

10 comentários:

  1. Boa tarde...amei, muito lindo mesmo! "E que nesse resquicio de Sal, possa sentir a tua presença, doce pescador, que em tua rede de pesca, tenta prender a Lua para dar de presente ao teu amor, a tua companheira!
    Ops! me empolguei...bjin

    ResponderExcluir
  2. [como pequenas pegadas que se juntam, uma a uma, as palavras feitas concha, búzio que ecoa o outro lado do mar,

    onde outras palavras se gravam no peito da areia, feito e refeito a cada vez na onda do mar]

    um imenso abraço, Marlene

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
  3. a tua poesia marinha é um verdadeiro búzio que nos oferece, a quilómetros de distância, o som, o aroma e a textura do mar. mesmo que com sal nos olhos.
    beijinho!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, Marlene! Deu para sentir o cheiro e a maresia no rosto...muito bom!

    []s

    ResponderExcluir
  5. A maresia a dominar os sentidos em tons de verde turquesa...

    O mar sempre a inundar de encantos os olhos dos poetas.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  6. Marlene

    muito grata pela sua presença no meu Spirituals
    E cá estou eu, no cintilar dos espelhos
    um grande abraço

    ResponderExcluir
  7. realizaste meu sonho, moras na praia brava? ai que delicia ter o mar no café da manhã.

    ResponderExcluir
  8. Sempre o mar

    a recolher relâmpagos
    e belas palavras

    ResponderExcluir
  9. Mexeu com o mar, mexeu comigo!

    Beijo, marlene marítima*

    ResponderExcluir